Go to English Blog

Configurando Ruby, Rails, MySQL, PostgreSQL e Git no Mac OS X

Leia em 5 minutos

Uma dúvida muito comum é sobre como configurar ambiente de desenvolvimento. Neste artigo irei mostrar como configurar o Mac OS X 10.10 Yosemite com Ruby, Rails, MySQL, PostgreSQL e Git.

Instalando o XCode

Antes de mais nada, você vai precisar instalar o XCode, disponível na App Store gratuitamente.

Depois de instalá-lo, você vai precisar instalar também o Command-Line Tools. Abra o terminal, disponível em /Applications/Utilities/Terminal.app e digite o comando à seguir.

xcode-select --install

Este comando irá abrir uma janela de confirmação, então basta clicar no botão Install.

Instalando XCode Command-Line Tools

Pronto! Agora você já pode instalar o Homebrew.

Instalando o Homebrew

O Homebrew é um gerenciador de pacotes opensource.

Site do Homebrew

Para instalá-lo, execute o comando à seguir no terminal.

ruby -e "$(curl -fsSL https://raw.githubusercontent.com/Homebrew/install/master/install)"

Quando a instalação terminar, execute o comando brew doctor para ver se está tudo certo.

Brew doctor

Instalando o Ruby

O Ruby pode ser instalado de diversas maneiras possíveis. Você pode, inclusive, não instalar nada e usar a versão que já vem com o Mac, embora ela seja um pouco antiga. Por isso, recomendo que você instale um gerenciador de versões Ruby, principalmente se você tiver que dar manutenção em projetos que ainda não utilizam a última versão disponível.

Nós iremos instalar o rbenv. Para isso, execute o comando à seguir no terminal:

brew install rbenv ruby-build

Quando a instalação terminar, será preciso adicionar o script de inicialização ao seu arquivo de inicialização do terminal. Execute o comando à seguir para fazer isso.

echo 'eval "$(rbenv init -)"' >> ~/.bash_profile

Reinicie o seu terminal para carregar estas novas configurações, ou execute o comando source ~/.bash_profile.

Se tudo deu certo, você já pode instalar quantas versões do Ruby você quiser. Para saber quais versões estão disponíveis, execute o comando rbenv install -l.

$ rbenv install -l
Available versions:
  1.8.6-p383
  1.8.6-p420
  1.8.7-p249
  1.8.7-p302
  1.8.7-p334
  ...

Para instalar a última versão disponível neste momento, execute o comando rbenv install 2.2.2. Este processo irá demorar um pouco, já que o rbenv irá compilar o Ruby.

Quando a instalação acabar, execute o comando rbenv global 2.2.2 para definir a versão global do Ruby como sendo 2.2.2. Assim, você sempre terá uma instalação disponível, o que pode ser muito útil para experimentações no irb, por exemplo.

Para exibir a versão do Ruby, execute o comando ruby -v.

$ ruby -v
ruby 2.2.2p95 (2015-04-13 revision 50295) [x86_64-darwin14]

Plugins

O rbenv possui suporte para plugins. Um deles é particularmente interessante; trata-se de rbenv-gem-rehash, que faz rehashing automaticamente sempre que uma gem for instalada ou removida.

Rehashing é o processo de atualizar o $PATH com os binários das gems. O comando rbenv init faz isso para você, mas ele é apenas executado quando uma nova sessão do terminal é iniciada; assim, qualquer gem instalada após esta etapa pode não funcionar corretamente, a menos que você execute manualmente o comando rbenv rehash.

Para instalar este plugin, execute o comando à seguir:

$ git clone https://github.com/sstephenson/rbenv-gem-rehash.git ~/.rbenv/plugins/rbenv-gem-rehash

Para conhecer outros plugins, acesse o wiki do projeto.

Instalando o Git

Para instalar o Git, basta execute o comando brew install git. Depois de instalado, será necessário configurar os dados que serão utilizados na hora que você for fazer um commit.

$ git config --global user.name 'Nando Vieira'
$ git config --global user.email fnando.vieira@gmail.com

Para listar as configurações instaladas, execute o comando git config -l.

$ git config -l
user.name=Nando Vieira
user.email=fnando.vieira@gmail.com

Instalando o MySQL

Se você pretende utilizar o MySQL, precisa instalá-lo com o Homebrew.

brew install mysql

Por padrão ele não é inicializado no boot do sistema. Se você quiser que isso aconteça, terá que copiar o arquivo de inicialização para ~/Library/LaunchAgents. Primeiro, certifique-se que este diretório existe.

mkdir -p ~/Library/LaunchAgents

Depois, faça o link para o arquivo de inicialização.

ln -sfv /usr/local/opt/mysql/*.plist ~/Library/LaunchAgents

Para iniciar o MySQL sem ter que reiniciar o sistema, execute o comando à seguir:

launchctl load ~/Library/LaunchAgents/homebrew.mxcl.mysql.plist

Para acessar o console do MySQL, basta executar o comando mysql.

$ mysql
Welcome to the MySQL monitor.  Commands end with ; or \g.
Your MySQL connection id is 1
Server version: 5.6.24 Homebrew

Copyright (c) 2000, 2015, Oracle and/or its affiliates. All rights reserved.

Oracle is a registered trademark of Oracle Corporation and/or its
affiliates. Other names may be trademarks of their respective
owners.

Type 'help;' or '\h' for help. Type '\c' to clear the current input statement.

mysql>

Instalando o PostgreSQL

Se você pretende utilizar o PostgreSQL, terá que instalá-lo com o Homebrew.

brew install postgresql

Assim como o MySQL, ele não é inicializado no boot do sistema. Se você quiser que isso aconteça, terá que copiar o arquivo de inicialização para ~/Library/LaunchAgents.

ln -sfv /usr/local/opt/postgresql/*.plist ~/Library/LaunchAgents

Para iniciar o PostgreSQL sem ter que reiniciar o sistema, execute o comando à seguir:

launchctl load ~/Library/LaunchAgents/homebrew.mxcl.postgresql.plist

Você pode acessar o console do PostgreSQL com o comando psql.

$ createdb $USER
$ psql
psql (9.4.2)
Type "help" for help.

fnando=#

Instalando o Ruby on Rails

Para instalar o Ruby on Rails, você deve utilizar o comando gem.

gem install rails --no-ri --no-rdoc

Após a instalação terminar, será preciso execute o comando rbenv rehash, que irá alterar o caminho dos executáveis instalados com o comando anterior.

O Rails depende de uma engine de JavaScript para poder funcionar. Embora o Mac OS X já tenha uma que funciona com o Rails, recomendo que você instale o Node.js. Você pode fazer isso usando o Homebrew.

brew install nodejs

Para saber se tudo deu certo, execute o comando rails -v. Você deverá ver algo como isto:

$ rails -v
Rails 4.2.1

Criando uma aplicação Rails

Para criar uma aplicação Rails, você irá utilizar o comando rails new. No exemplo à seguir, você pode ver como criar uma aplicação utilizando o banco de dados SQLite3, que é o padrão do Rails para fins de desenvolvimento.

$ rails new myapp
      create
      create  README.rdoc
      create  Rakefile
      create  config.ru
      create  .gitignore
      create  Gemfile
      create  app
      create  app/assets/javascripts/application.js
      create  app/assets/stylesheets/application.css
      create  app/controllers/application_controller.rb
      create  app/helpers/application_helper.rb
      create  app/views/layouts/application.html.erb
      create  app/assets/images/.keep
      create  app/mailers/.keep
      create  app/models/.keep
      create  app/controllers/concerns/.keep
      create  app/models/concerns/.keep
      create  bin
      create  bin/bundle
      create  bin/rails
      create  bin/rake
      create  bin/setup
      create  config
      create  config/routes.rb
      create  config/application.rb
      create  config/environment.rb
      create  config/secrets.yml
      create  config/environments
      create  config/environments/development.rb
      create  config/environments/production.rb
      create  config/environments/test.rb
      create  config/initializers
      create  config/initializers/assets.rb
      create  config/initializers/backtrace_silencers.rb
      create  config/initializers/cookies_serializer.rb
      create  config/initializers/filter_parameter_logging.rb
      create  config/initializers/inflections.rb
      create  config/initializers/mime_types.rb
      create  config/initializers/session_store.rb
      create  config/initializers/wrap_parameters.rb
      create  config/locales
      create  config/locales/en.yml
      create  config/boot.rb
      create  config/database.yml
      create  db
      create  db/seeds.rb
      create  lib
      create  lib/tasks
      create  lib/tasks/.keep
      create  lib/assets
      create  lib/assets/.keep
      create  log
      create  log/.keep
      create  public
      create  public/404.html
      create  public/422.html
      create  public/500.html
      create  public/favicon.ico
      create  public/robots.txt
      create  test/fixtures
      create  test/fixtures/.keep
      create  test/controllers
      create  test/controllers/.keep
      create  test/mailers
      create  test/mailers/.keep
      create  test/models
      create  test/models/.keep
      create  test/helpers
      create  test/helpers/.keep
      create  test/integration
      create  test/integration/.keep
      create  test/test_helper.rb
      create  tmp/cache
      create  tmp/cache/assets
      create  vendor/assets/javascripts
      create  vendor/assets/javascripts/.keep
      create  vendor/assets/stylesheets
      create  vendor/assets/stylesheets/.keep
         run  bundle install
      ...

Se você quiser utilizar um banco de dados diferente, basta especificá-lo com a opção -d.

O Rails já vem com um servidor de desenvolvimento. Para iniciá-lo, execute o comando rails server. Este comando irá disponibilizar sua aplicação no endereço http://localhost:3000.

Página inicial do Ruby on Rails

Pronto! Agora você tem um Mac OS X configurado para desenvolver aplicações com Ruby on Rails. Se tiver dúvidas ou problemas, não deixe de comentar!

Compartilhe: