Go to English Blog

Associando backups existentes do Time Capsule

Leia em 2 minutos

Time Machine

Hoje fui renomear meu Time Capsule e, aproveitando o esforço, também mudei o hostname do meu Macbook. Resultado? O Time Machine parou de reconhecer o meu Time Capsule para backup. E agora? Não se desespere! Veja neste artigo como é simples associar um backup existente do Time Capsule ao seu Macbook.

Antes de começar

Se você não sabe o que está fazendo, é melhor nem começar a realizar este processo. A perda/recuperação de seu backup é de sua inteira responsabilidade.

Antes de começar, desabilite o Time Machine. Isso pode ser feito em System Settings > Time Machine.

Desabilitando o Time Machine

Exibindo os backups existentes

Primeiro você vai precisar conectar ao seu Time Capsule. Para isso, basta clicar no ícone presente no Finder. No meu caso, todos os backups estavam disponíveis no volume /Volumes/Data. Existiam dois arquivos de backups: exception (3).sparsebundle e kernelpanic.sparsebundle. O Time Machine associa o hostname ao arquivo de backup e os nomes listados ali eram bem antigos. Decidi por renomear o arquivo exception (3).sparsebundle para o meu hostname atual: brixton.

Listando os arquivos de backup do Time Capsule

O outro arquivo, kernelpanic.sparsebundle era de outro computador que nem existe mais, então acabei removendo.

Associando o backup ao seu computador

Agora você vai associar o arquivo .sparsebundle ao seu computador. Para isso, basta utilizar o comando tmutil, que permite gerenciar o Time Machine pela linha de comando.

$ sudo tmutil inheritbackup /Volumes/Data/brixton.sparsebundle

Isso pode demorar um pouco e pode dar alguns erros na hora de desmontar o volume; por isso, certifique-se que não existe nenhuma aba do terminal ou Finder aberta no volume /Volumes/Data (o nome provavelmente irá ser diferente, já que isso pode ser definido por você nas preferências do Time Capsule através do Airport Utility).

Depois que esta associação tiver sido realizada, você terá que mapear o diretório que representa o seu último backup com o seu disco. Conecte-se novamente ao Time Capsule e dê um duplo-clique no arquivo .sparsebundle que representa seu backup. Isso irá montar esta imagem e você poderá navegar pela estrutura de arquivos e diretórios. No Finder, ele será mapeado na seção “Devices” com o nome “Time Machine Backups”.

Para fazer o mapeamento do último backup com o seu disco atual, basta executar novamente o comando tmutil.

$ sudo tmutil associatedisk / /Volumes/Time\ Machine\ Backups/Backups.backupdb/brixton/Latest/Macintosh\ HD

Pronto! O backup já está associado ao seu Mac. Desmonte tanto o Time Capsule, quanto a imagem de backup; isso pode ser feito pela sidebar do próprio Finder. Agora, teremos que configurar o Time Machine.

Configurando o Time Machine

Se você ainda tem discos associados ao Time Machine, chegou a hora de removê-los. Para isso, clique com o botão direito sobre o disco e escolha a opção “Stop using [nome do disco] for Backup”.

Removendo disco de backup do Time Machine

Agora você terá que adicionar o disco novamente. Clique no botão “Select Backup Disk” e escolha o disco de seu Time Capsule. Caso ele não seja listado, selecione a opção “Other AirPort Time Capsule” e escolha seu Time Capsule; depois de algum tempo analisando as configurações, o disco será listado.

Adicionando disco de backup no Time Machine

Note que se o seu backup anterior não era criptografado, você não poderá marcar a opção de criptografia agora; neste caso, considere fazer um backup novo com esta opção ativada.

Se tudo deu certo, o disco será adicionado e agora um novo backup será agendado. Não se preocupe com a descrição exibida nesta janela; o backup que será realizado será diferencial com a última versão associada.

Backup agendado no Time Machine

Para saber se tudo funcionou, abra o Time Machine. Todo o seu histórico de backups deve estar disponível ali.

Navegando pelos backups do Time Machine

Compartilhe: